GILBERTO CONVOCA PROTESTO



O Colega Antonio Gilberto da Silva, que se encontra na 2ª fase de sua greve de fome no segundo dia (antes foram 8 dias de greve) fez uma convocação para que os examinandos do X Exame prejudicados com as (in)correções nas diversas materias da prova, assim como todos que estão exigindo que a prova seja justa, se manifestem em frente as OABs de seus estados e cidades.

sandro_Heleno_e_Mauro_RobertNo acampamento em frente da OAB agora há 3 barracas, com a chegada do colega Mauro Robert do Tocantins, se juntando aos colegas Sandro Heleno (Brasília) e Gilberto (São Paulo).

A manifestação do Gilberto destaca a resposta da OAB por meio do Dr. Leonardo Avelino, coordenador nacional do exame OAB via ofício e, depois de conversa pessoal com Gilberto, ficou de estudar nova resposta.

Foi destacado que o que os colegas estão exigindo é isonomia na CORREÇÃO DAS PROVAS e não a distribuição dos pontos dadas a uma matéria para TODAS as matérias como alguns colegas citam e a OAB se aproveitou para dizer que não é possível tal isonomia.

A isonomia requerida por Gilberto e os colegas em greve de fome, é uma correção IGUAL a que foi feita em Civil e Tributário nas provas de Penal, Trabalhista, Administrativo e Empresarial. Onde tem erros de acordo com o edital, que sejam corrigidas e os pontos definidos como errados em CADA matéria, sejam concedidos a quem fez a referida matéria.

Isto sim é a ISONOMIA pela qual os examinandos do X Exame estão buscando e nesta linha, eles tem o apoio do MNBD/OABB.

Isonomia é o tratamento igual aos iguais e desigual aos desiguais, conforme a base de Aristóteles. Assim, os 2,5 pontos dados após a correção para quem fez Civil é de quem fez civil, se com a correção requerida houver 3 pontos para quem fez a prova de Penal, todos que fizeram Penal terão 3 pontos, se com a correção requerida a prova de Empresarial tiver um ponto, que este 1 ponto seja dado a todos que fizeram Empresarial. Esta é a isonomia exigida e apoiada pelo MNBD/OABB.

O colega Gilberto não quer contato com os movimentos - legalizados ou não - que lutam pelo fim do exame da OAB, pois houve quem (segundo Gilberto) usou indevidamente seu nome para pedir dinheiro a deputados. Assim, ele se afastou de todos os representantes dos movimentos organizados pelo fim do exame e montou representantes dos examinandos.

Agora, ele declara em vídeo postado no YouTube que quer estes colegas se manifestando. Veja o video aqui. 

Reiteramos nossa posição de apoio à luta dos colegas representados pelo Gilberto e pelos colegas que estão em greve na frente da OAB Nacional, destacando mais uma vez que, mostrar as falhas do exame e mostrar os erros que são cometidos em TODAS as provas, enfraque o exame e sua manutenção pela OAB.

Nossa luta é pelo fim do exame aplicado pela OAB e não importa qual será a 3ª via elegida pelo Congresso para fazer a mudança: passar para o MEC como é nossa proposta ou, Residência Jurídica como propõe o Deputado Eduardo Cunha.

O importante para nós é tirar este exame das mãos da OAB que faz desta prova um estelionato com os bacharéis e só querem os R$ 200,00 da centena de milhares que fazem cada prova...

Assim, reiteramos: O pleito dos colegas examinandos do X Exame tem nosso total apoio.

 

Nós temos



Visitantes desde 24/10/2011:

001480121
Hoje:
No mês:
Total:
46
27043
1480121