UM BACHAREL NO SENADO

 

UM BACHAREL EM DIREITO SERÁ NOSSA VOZ NO SENADO FEDERAL !!!

 

18_-_Senador_Jos_Medeiros_PPS_MT_-_assina_PLS_2Para quem está acompanhando o trabalho do MNBD no Congresso, sabe que nosso planejamento feito com o Deputado Eduardo Cunha e com o Senador Marcelo Crivella é de projetos com o mesmo texto legal, com apoio coletivo de autores e tramitação ao mesmo tempo na Câmara e no Senado.

Na Câmara, encerramos a coleta de assinaturas de co-autores antes das eleições (até para apoiarmos quem nos apoiou...) com 53 autores e protocolamos o projeto em 9 de dezembro, que obteve o número 8.220/14.

10_-_Senador_Pimentel_e_ReynaldoEm seguida iríamos protocolar o PLS liderado pelo Senador Marcelo Crivella, com 20 autores. Por erro de um assessor do senador, o PLS não estava registrado no sistema e não conseguimos protocolar. O Senador Crivella já estava de férias no exterior (descanso merecido após sua campanha no RJ...) e o gabinete não conseguiu acertar a tempo... Tentamos até o inicio do recesso.

Com a nova legislatura “perdemos” as assinaturas dos senadores Anibal Diniz (PT/AC), Inácio Arruda (PCdoB/PE) e Jayme Campos (DEM/MT) que não disputaram reeleição, Eduardo Suplicy (PT/SP) que perdeu a reeleição, Pedro Taques que se elegeu governador do Mato Grosso e neste início de ano, o Senador Eduardo Braga foi nomeado Ministro das 11_-_Senador_Acir_Gurgacz_1Minas e Energia...

Assim, temos como autores válidos os seguintes senadores por ordem de apoio:

1 – Marcelo Crivella (PRB/RJ)

2 – Paulo Paim (PT/RS)

3 – Roberto Requião (PMDB/PR)

4 - Humberto Costa (PT/PE)

5 – Flexa Ribeiro (PSDB/PA)

12_-_Senador_Jos_Agripino_DEM-RN6 – Cristovam Buarque (PDT/DF)

7 – Alvaro Dias (PSDB/PR)

8 – José Pimentel (PT/CE)

9 – Acir Gurgacz (PDT/RO)

10 – José Agripino Maia (DEM/RN)

11 – Vanessa Graziotin (PCdoB/AM)

12 – Magno Malta (PR/ES)

13 – Lindenberg Farias (PT/RJ)

13_-_Senadora_Vanessa_Grazziotin_PCdoB-AM14 – Gleise Hoffmann (PT/PR)

 

ESTRATÉGIA EM 2015

Para compensar a “perda” de 6 apoiadores, o colégio de líderes do MNBD deliberou para que, perdêssemos alguns dias e ganhássemos novos apoios, tanto dos senadores que não tivemos como coletar assinaturas por causa das eleições e do recesso apesar de nos apoiarem e principalmente dos novos senadores que assumiram mandato nesta legislatura.

Já retomamos o trabalho de contato com os senadores e suas assessorias e a 14_-_Senadora_Gleisi_Hoffmann_2primeira assinatura já foi consignada: O Senador José Medeiros (PPS/MT), 1º suplente do Senador Pedro Taques, que renunciou para assumir o governo de Mato Grosso e assim se tornou senador titular, assinou o PLD da Gratuidade na 5ª feira, dia 12 de março.

Um registro sobre o Senador Medeiros: Bacharel em Direito, o Senador Medeiros esteve em uma audiência pública realizada na Câmara em 2013 e após o encerramento se apresentou a Reynaldo e manteve uma reunião 15_-_Senador_Magno_Malta_PR_ESno gabinete do Senador Taques, onde tomou ciência de toda a documentação, da história e das opções defendidas pelo MNBD contra o exame da OAB.

Na oportunidade, já se colocou a disposição do MNBD para nos ajudar no que fosse preciso. Empossado com a renúncia do Senador Taques, reafirmou sua disposição.

Na reunião mantida no dia 12, o Senador Medeiros destacou que não apenas assinou o PLS da Gratuidade, mas que será o BACHAREL EM DIREITO que levará nossa voz para a tribuna do Senado !!!

E mais, garantiu que nos auxiliará na busca de mais autores para o PLS, para 17_-_Senador_Lindbergh_farias_PT_RJ_2que a Gratuidade seja protocolada no Senado com o máximo de apoios que se puder obter...

Teremos então, UM BACHAREL EM DIREITO SENADOR ou se preferir, um SENADOR BACHAREL EM DIREITO, levando nossa voz e nossa luta para a Casa Alta do Congresso Nacional !!!

Teremos novos apoios consignados nos próximos dias e estaremos completando nossa estratégia em breve, com a entrada do PLS da Gratuidade para tramitação.

É sempre bom relembrar que a Gratuidade da Taxa do Exame OAB tem AMPLO apoio parlamentar nas duas casas do Congresso Nacional por ser uma proposta revestida totalmente de Justiça Social.

18_-_Senador_Jos_Medeiros_PPS_MT_-_na_tribuna_2A esmagadora maioria dos parlamentares - Deputados e Senadores - entendem com rápidas palavras de explanação, que é uma INJUSTIÇA cobrar R$ 200,00 (como está no projeto, hoje já é R$ 220,00) de um acadêmico no final de 5 anos pagando faculdade, precisando fazer cursinhos caros, comprar livros atualizados e IMPEDIDO de trabalhar até se inscrever na Ordem e que JUSTO é a OAB assumir o ônus e abater R$ 28,57 das ANUIDADES que os 700 mil advogados inscritos JÁ PAGAM !!!

Na Câmara o PL 8.220/14 já está na CCJC e temos uma estratégia já acordada com o Presidente Eduardo Cunha para sua tramitação e agora, teremos a busca dos últimos apoios para protocolar e iniciar a tramitação do PLS da Gratuidade no Senado.

Com a chegada do BACHAREL SENADOR JOSÉ MEDEIROS, ganhamos mais força e visibilidade no Senado Federal e vamos caminhar para a aprovação da Gratuidade do exame da OAB.

 

Nós temos



Visitantes desde 24/10/2011:

001537687
Hoje:
No mês:
Total:
1033
20829
1537687